«Que teime
este grisalho burgo
com silhueta de alcantis
e torres onde canta o bronze-bronze
em derramar no mundo a febre
da sua gente, e o vigor
da planta que não larga a terra da raiz!
De independência é o seu perfil severo.
Independência os morros de granito.
Cada pedra ferida, cada gesto
- o povo unido é como pedra!»

Francisco da Cunha,
em «Ode ao Porto»

.Últimas Trips

. Resultados...

. INSERRALVES - Indústrias ...

. Maquetes

. Festival Anual Artístico ...

. Entrevista em Serralves

. Resultados...

. Visita à Casa da Música

. Praça Gomes Teixeira- Pra...

. Gastronomia: Papos de Anj...

. Gastronomia: Cabrito assa...

. Gastronomia: Francesinha

. Gastronomia: Arroz de Cab...

. Gastronomia: Caldo Verde

. Parque da Cidade

. Casa da Música

. Fundação de Serralves

. Resultados...

. CCC on the Road em video

. Desafio CCC

. Qualidade de Vida Urbana ...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

Terça-feira, 18 de Março de 2008

Gastronomia: Papos de Anjo

 Muitos eram os conventos que existiam no Porto e que deram a conhecer receitas de doces que faziam e ainda fazem a delícia da mesa desta cidade, que tem sempre como apoteose de um repasto, uns docinhos de ovos. Pertencente à diocese do Porto, o convento de Amarante é conhecido, para além da sua arquitectura, pelos seus papos de anjo. Na mesma diocese, o convento das Clarissas de Vila do Conde guardava uma receita de sopa doce. Mesmo no centro da cidade são famosas as trouxas de ovos do Convento da Avé Maria, local que deu lugar à estação de São Bento. O pudim de gemas e vinho do Porto é também um dos inúmeros doces que fazem parte da nossa tradição gastronómica. Muito doce, é todavia cortado pelo cálice de bom vinho do Porto que o deve acompanhar.

 

 

 

 

 

 

 

Receita

 

 

 

 

Ingredientes:

 

9 gemas de ovos

1 ovo
Calda para demolhar os Papos de Anjo:

600grs de açúcar

500grs de água (5dl)

1 pau de canela

casca de 1 limão (ou um pouco de rum)
Nota
: Deixar ferver +-4 minutos
( Esta calda deve ser feita com antecedência)

 

 

 

Confecção:

 Bater as gemas e o ovo até triplicarem de volume. Encher em formas tipo queque untadas com margarina e polvilhadas com farinha, encher até meio da forma.
Coser á temperatura de +- 230º cerca de 15-18 minutos.
Desenformar os papos de anjo depois de cozidos picar-lhe a base com um garfo e mergulha-los na calda ainda quente, guarde a restante calda para regar os papos na altura de servir.
Servir em taça frios.

 

 

publicado por Trips à moda do porto às 00:50
link do post | comentar | favorito

.pesquisar